Global Newsletter #48

Assembleias Cidadãs!

Wednesday, February 10, 2021 by Extinction Rebellion

Foto: FT

Introdução

Caros rebeldes,

Sem uma mobilização massiva para enfrentar a crise climática, a nossa civilização irá colapsar. Esta foi a mensagem clara entregue aos dirigentes políticos este mês num artigo por uma equipa internacional de cientistas.

Os dirigentes políticos também sabem, graças a uma sondagem global sobre o clima da UN que abrangeu mais de um milhão de pessoas em 50 países, que dois terços da humanidade acreditam que estamos numa emergência global e querem ação.

No entanto as políticas para nos tirar desta emergência e salvar a nossa civilização não se estão a materializar. Os nossos políticos parecem incapazes ou relutantes em escutar os avisos dos cientistas e seguir a vontade das pessoas. Os nossos sistemas políticos atuais estão a falhar-nos.

manifestantes seguram num cartaz da XR que diz "#3 rua da AssembleiaCidadã"

Foto: The Guardian

É por isso que a 3ª exigência da XR é tão importante. As Assembleias de Cidadãos são uma forma já testada que permite a pessoas comuns, informadas por peritos, desfazer impasses políticos e fazer as suas recomendações transformadas em política. E é por isso que esta Newsletter é dedicada a elas.

Em Destaques das Ações espreitamos a primeira Assembleias Cidadã dos EUA, que acabou de começar no estado de Washington. Se não tens a certeza do que é uma Assembleia Cidadã, ou quiseres pressionar as tuas autoridades locais a iniciar uma, ou estás a pensar iniciar uma tu, então a secção Must Reads tem recursos para ti.

protestors with sin about saving OkavangoDelta.

Os ativistas marcham através da África para salvar Okavango. Foto: First Peoples Southern Africa

Noutra parte da Newsletter celebramos a desobediência extrema dos escavadores de tunéis do Stop HS2 - a sua causa nomeada após a ferrovia de alto custo, alto carvão e alta velocidade que está a destruir a floresta inglesa. Cobrimos também uma caminhada épica para impedir a escandalosa destruição da bacia do Okavango pela Recon Oil.

A secção Livro do Mês encontra-se cheia de recomendações (obrigado por todas elas - por favor continuem a enviá-las!) Por fim, esta newsletter assinala o regresso dos Humanos de XR. Se conheces (ou és) um rebelde algures no mundo com uma história para contar, contacta-nos em xr-newsletter@protonmail.com

Se quiseres de ajudar, por favor, visite o nosso website e aprenda mais sobre a XR.

Para encontrar rebeldes na tua área local, contate o grupo XR mais próximo. Se não existe nenhum grupo ativo perto de ti, podes começar o teu!

Se quiseres ver as newsletter precedentes, podes encontrá-las aqui.

Estamos numa fase crucial da história humana, e a nossa Rebelião precisa de dinheiro para espalhar a nossa mensagem. Qualquer coisa que possas dar é apreciada.

Apoia a Rebelião

Conteúdo

  • Destaques das Ações
  • Resumos de Ações
  • Ações Futuras
  • Anúncios
  • Deve Ler
  • Livro do Mês
  • Humanos de XR

Destaques das Ações

Sortição em Seattle: o Início da 1a Assembleia Climática dos EUA

JAN |Estado de Washington, EUA

O que obténs quando juntas ativistas climáticos, um grupo local XR, pessoas indígenas, 5 legisladores chave, crowd-funding, peritos climáticos e diversas organizações? A Assembleia do Clima de Washington (WACA)!

Inspirada pela 3ªExigência XR, esta é a primeira Assembleia Climática a decorrer nos EUA, e espera-se que a WACA forneça um esquema para muitas mais por toda a América e pelo mundo fora.

A WACA floresceu graças a uma abordagem de braços abertos outros movimentos. Os organizadores contactaram um grande número de grupos ativistas locais bem como políticos de ambos os lados do espectro político, e rebeldes da XR Seattle trabalham agora no projecto a tempo inteiro.

many people seated around tables with their handsup.

A WACA está a decorrer online devido ao Covid. Pensa nisto como uma imagem simbólica.

A WACA foi formada através de crowdfunding por ativistas locais em vez de ser encomendada pelo governo estatal. Enquanto os políticos persistirem em marginalizar a Emergência Climática, a WACA mostra o que pode ser alcançado quando cidadãos organizados centralizam os seus recursos.

Os membros das Assembleias Cidadãs são escolhidas através de sortição - um termo técnico para selecção casual - que assegura que são representativos de toda a comunidade. No entanto a participação não é obrigatória, e as pessoas que recebem um convite podem ter motivos válidos para não participar. Com tantas pessoas ocupadas a combater o Covid, e sendo as comunidades afro-americana e indígena particularmente afectadas, os organizadores decidiram atrasar a WACA by 3 months para assegurar uma participação extensa. As recomendações da assembleia serão agora finalizadas em Março.

six people interacting through video conferencesoftware.

Um Livestream do Dia da Terra sobre a organização de uma Assembleia Climática

Os 80 cidadãos seleccionados pela WACA acabaram de completar sessões de aprendizagem informados por peritos climáticos sobre os dados mais recentes, e estão prestes a entrar em fase de deliberação. Aqui é onde irão debater o que aprenderam e formarão as suas recomendações. Até agora a resposta da assembleia tem sido positiva, com muitas pessoas entusiastas pelo que estão a aprender e contentes que a sua voz esteja a ser ouvida.

Entretanto, os organizadores da WACA como A Voz do Povo sobre o Clima estão ocupados a mobilizar o apoio do maior número possível de grupos, comunidades e políticos para assegurar que as recomendações da WACA conduzam a alterações diretas na legislação.

A maior esperança deles é que a WACA demonstre que o modelo da assembleia climática funciona, e que seja colocada no mapa de forma a que outros a possam replicar. Já se encontram em conversações com a XR New York, cuja campanha para uma assembleia climática se encontra já bem aviada - o seu brilhante livro sobre Assembleias Cidadãs foi recentemente entregue ao Conselho de New York City e pode ser encontrado na secção Must Reads.


Delta de Okavango: A Caminhada de 930 Milhas por Justiça

FEV 1 | África Austral

road-side protestors with signs about OkavangoDelta

Foto: First Peoples Southern Africa

Na nossa última newsletter reportámos como a empresa canadiana de petróleo ReconAfrica obteve direitos de perfuração nas reservas naturais da Bacia de Okavango que abrange a Namíbia e o Botswana, e como um movimento de protesto se estava a formar contra isto.

Agora um grupo de dez pessoas dirigido por indígenas, sobretudo das comunidades locais Khoe e San, começaram uma caminhada de 930 milhas através da África do Sul até à embaixada da Namíbia da Cidade do Cabo, onde vão entregar uma petição e uma objeção formal contra a perfuração.

Os caminhantes estão a cobrir uns ambiciosos 60 kms por dia, alguns escolhendo de percorrê-los com os pés descalços. Pelo caminho vão informando os locais sobre a perfuração e vão coleccionando assinaturas contra esta.

A caminhada foi organizada pela First Peoples Southern Africa juntamente com outros grupos, e está a ser coberta pela XR numa série de entrevistas live stream com peritos e líderes da comunidade.

O sítio de perfuração da ReconAfrica. Foto: Frack Free Namibia & Botswana

Os ativistas namibianos temem que a situação acabe como a terrível destruição do Delta do Niger por parte da Shell, e a sua preocupação parece ser mais que justificada. A ReconAfrica começou o seu primeiro teste de perfuração em Janeiro com um equipamento de vários milhões de dólares do Texas e um press release dos ativistas locais revelou que um lago para águas residuais da perfuração não parece ter um revestimento à prova de água.

Sem o revestimento apropriado, as águas residuais tóxicas podem contaminar as águas subterrâneas - colocando em perigo a vida selvagem local, as colheitas e as pessoas. Numa reportagem aprofundada da National Geographic (que desencadeou que a ReconAfrica ameaçasse uma ação legal) a empresa petrolífera foi criticada por não ter avaliado fisicamente o ambiente e confiado apenas em documentos para planear a perfuração.


Visão de Tunel: Ativistas Anti-HS2 Vão para Debaixo da Terra

JAN | Londres, UK

Um ocupante do tunel anti-HS2 volta para os tuneis após oficiais de justiça terem passado 25 horas a tentar cortar o seu as suas correntes. Foto: Boots On The Ground News

Escavados ao abrigo da noite durante vários meses, 9 ativistas finalmente instalaram-se numa série de tunéis no subsolo na madrugada de 27 de Janeiro quando os oficiais de justiça ocuparam o seu campo.

Os tunéis prolongam-se por 30 metros e estendem-se por baixo de um jardim no átrio da Estação de Euston, uma das estações mais movimentadas de Londres. O seu propósito era o de bloquear a construção do HS2, uma linha de comboio de alta velocidade que ligaria Londres a cidades no norte do UK.

O governo do UK proclama que a HS2 seria uma jóia na coroa do transporte amigo do ambiente, mas de acordo com os seus próprios cálculos nunca irá atingir a neutralidade carbónica, e apenas 5% dos seus passageiros teria conduzido ou voado em vez de usar a linha.

Para além disso, a sua construção irá destruir 5 áreas de vida selvagem internacionalmente protegidas, 108 florestas antigas, 33 sítios de interesse científico especial, e 693 sítios de vida selvagem local. Irá também custar £100 biliões de dinheiro público. Tudo isto parar cortar apenas alguns minutos do percurso pendolar matinal.

Um oficial confronta um protector de árvores. Foto: Joshua Windsor

Os tunéis foram escavados por membros de um campo protector das árvores que ocupou os jardins no exterior da estação de Euston desde o final da Rebelião de Setembro do UK. O campo de Euston Square por acaso situa-se em frente do escritório da HS2 Ltd, e ao longo dos últimos meses tornou-se uma comunidade regenerativa, acolhendo as pessoas sem abrigo que se refugiam à volta da estação. É apenas um de vários campos construídos ao longo da rota proposta da HS2 que juntos representam a campanha Stop HS2.

Enquanto alguns dos ocupantes do tunel são arquitectos experientes, a maioria são ainda adolescentes. Têm abastecimento para ‘durar meses’, são fortes de espírito, e não estão a ‘planear ir embora em breve’. Apesar de reconhecerem o risco inerente de tal ação, comunicaram que a saúde e a segurança estão no centro das suas decisões; o mesmo não pode ser dito dos oficiais de justiça da Equipa Nacional de Despejo(NET).

Os ativistas avisaram que as tentativas da NET de os remover poderá causar um grande colapso dos tunéis, mas um juíz do Tribunal Supremo rejeitou recentemente as suas preocupações. Foi negado o acesso ao sítio a especialistas de resgate de espaços confinados, enquanto a HS2 Ltd temordens para silenciar centenas de empresas, das quais a NET é uma delas.

A Extinction Rebellion UK exprimiu solidariedade com os ocupantes dos tunéis da HS2. Alguns dias após a ocupação subterrânea, 4 rebeldes subiram para o telhado dos escritórios da HS2 para lançar uma faixa.

Rebeldes desenrolam uma faixa em solidariedade com os ocupantes dos tunéis de Euston. Foto: Joshua Windsor


Resumos de Ações

31 JAN | Sri Lanka: Rebeldes juntam-se com outros eco-ativistas para limpar o Santuário da Vida Selvagem de Bellanwilla-Attidiya. Os pântanos são o habitat de muitas espécies endémicas e desempenham um papel fundamental para controlar as cheias na capital Colombo, mas encontram-se ameaçadas por poluição e invasão ilegal.

Os 59 sacos de lixo recolhido foram reciclados ou enviados para processamento. Os rebeldes do Sri Lanka irão repetir a limpeza todos os meses até que os pântanos estejam inteiramente livres de lixo.

JAN | Índia: Os agricultores continuam a protestar em massa contra as reformas do governo. Um agricultor morreu após confrontos violentos com a polícia e jornalistas foram encarcerados Foto: Manish Swarup/AP

Rebelião de Dinheiro Global

Do canto superior esquerdo ao canto inferior direito: Hungria, Dinamarca, UK, EUA

Da esquerda para a direita: Suécia, Noruega, França

29 JAN | Várias: A Money Rebellion lançou a sua primeira ação global com flyers e adesivos aparecendo durante a noite em bancos sujos por toda a Europa e os EUA. Descobre mais sobre a Money Rebellion na nossa Newsletter de Dezembro.

\ 4 FEV | UK: Um rebelde lançou uma açao de Desobediência na Doca ao colar-se a um tribunal enquanto fazia um live streaming it. Recebeu uma sentença de prisão de 7 dias mas foi libertado após apenas 4!

Mais uma vez temos demasiadas ações para uma só newsletter. Lê a XR Unchained para conheceres todas as belas e corajosas ações que não conseguimos inserir nesta newsletter.

XR Unchained


Ações Futuras

Noruega: Parem de Suprimir o Ativismo Climático!

4 MARÇO | Embaixadas Norueguesas em todo o mundo

A XR Norway está a pedir aos rebeldes para demonstrarem solidariedade com os 53 rebeldes noruegueses que estão a aguardar julgamento por terem bloqueado o Ministério do Petróleo e Energia do país no ano passado.

No dia 4 de Março a XR Noruega irá fazer uma ação não violenta no Ministério da Justiça em Oslo.

A XR Noruega pede aos rebeldes em todo o mundo para se juntarem pacificamente no mesmo dia fora das embaixadas e consulados noruegueses com a mensagem “Estado Petrolífero da Noruega: Parem de Suprimir o Ativismo Climático!” e “Erna Solberg: Nós Vemos a Hipocrisia” (Erna Solberg é primeira ministra da Noruega desde 2013).

Lê mais em sobre a ação e participa na reunião Zoom no dia**17 de Fevereiro às 19:00 (UTC). Os grupos que estiverem a planear juntar-se à ação devem escrever a XRNSolidarity@protonmail.com

Rebelião de Cientistas Global: 4 Dias de Ação Direta

25 - 28 MARÇO | Mundial

A Rebelião dos Cientistas está a pedir a académicos e cientistas em todo o mundo para não se acontentarem em dar avisos que não são escutados. Age como se a verdade fosse real e junta-te a nós para 4 dias de ação direta.

Iremos colar artigos científicos em grupos peqeunos, socialmente distanciados.

Entraremos em greves de fome de 1-3 dias se não pudermos arriscar a prisão / sair de casa mas estivermos de boa saúde.

Iremos providenciar materiais para desobediência educacional de forma a que o ensino planificado possa ser substituído por lições sobre a crise climática.

Inscreva-se e ajude a fazer desta a maior mobilização já vista de cientistas em ação direta.

Rebelião de Um

27 MARÇO | Global

A saída desta pandemia será nossa última melhor chance de refazer o mundo, no entanto, governos em todo o mundo estão a desperdiçá-la. É terrível.

Precisamos de fazer alguma coisa … em Março, entraremos em ação.

Junta-te à Rebelião de Um e torna-te parta da primeira desobediência civil massiva internacional da XR de 2021.

Rebelião de Um é uma táctica novinha em folha: um bloqueio estradal de uma única pessoa... vezes 1,000. Cada rebelde leva um cartaz com uma mensagem simples e emotiva. Sentam-se na estrada sozinhos até escolherem mover-se ou serem forçados a mover-se. Mas têm uma equipa de apoio disfarçada escondida em plena vista perto de si.

Um programa de materiais de treino especial foi preparada para ajudar as pessoas a preparar-se para a ação. Não iremos ficar a olhar enquanto o mundo se incendeia à nossa volta .

um vídeo pequeno mas poderoso of the UK trial runs, o briefing completo da ação e inscreve-te.


Anúncios

Cartas para a Terra: Lançamento de Livro em Live Stream

18 FEV | 18:00 - 19:30 GMT | Online

Há dois anos, fizemos um pedido global de cartas em resposta à emergência climática e ecológica. Juntámo-las num livro entitulado Cartas para a Terra.

Junta-te a autores vencedores de prémios, ativistas e académicos à medida que estes lêem as suas cartas num lançamento live do livro, com um novo convite a toda a gente para escrever e partilhar as suas cartas.

Os convidados incluem o poeta vencedor do Booker Prize, Ben Okri; a romancista vencedora de prémios, Anna Hope; o a advogada ambiental, Farhana Yamin; o perito de Análise de Sistemas Terrestres,Professor Stefan Rhamstorf; e a ensaísta de justiça climática, Mary Annaïse Heglar.

Descobre mais sobre a campanha, regista o teu interesse pelo evento, e ordena uma cópia em Bookshop.org.

XR COP: Junta-te às Nossas Conversas Globais Informais

20 FEV - 3 MARÇO | Online

A XRCOP convida-te para uma conversa global informal. Cada conversa irá ocorrer entre 8 rebeldes de duas áreas muito diferentes.

Cria grupos de 4 rebeldes e inscreve-te aqui antes de 15 de Fevereiro. Para ajudar a criar o teu grupo lê este pacote de convite multi-língua.

A XRCOP irá sugerir tópicos de discussão, juntar respostas numa declaração global, e partilhar essa declaração com todos vocês. As conversas irão decorrer entre 20 de Fevereiro e 3 de Março.

Treino Media XR: Aprende a Fazer um Live Streaming

23 FEV | 18:30 - 20:30 UTC | Online

Aprende a fazer um live stream para a XR neste treino de competências de transmissão de 2 horas.

Vais aprender competências técnicas necessárias quando estiveres a fazer um live-streaming a partir do teu telemóvel, competências prácticas sobre como entrevistar e falar para uma câmara, o que fazer quando um live stream tiver problemas, como usar o software VMIX para fazer um live stream a partir de vários telefones e vários sítios diferentes.

Com o contributo do nosso convidado - o fotógrafo Gareth Morris que explicará como tirar boas fotos com o teu telemóvel e carregá-las no server XR.

Este evento encontra-se aberto a todos, mas existe um limite de 100 pessoas no zoom por isso por favor confirma a tua participação. Este treino será gravado para partilhar mais tarde e será repetido.

Junta-te no Zoom (Meeting ID: 871 9462 5935 Passcode: LS)


Deve Ler

Foto: Parlamento UK

Não tens a certeza do que é uma Assembleia Cidadã? Queres pressionar as autoridades locais a iniciar uma? Talvez estejas a pensar em iniciar uma! O que quer que queiras saber em relação à Assembleia Cidadã, a Must Reads deste mês tem os recursos de que precisas.

XR NYC: Confia nas Pessoas: O Caso para uma Assembleia de Cidadãos Citadina sobre o Clima\ Um livro brilhante escrito por rebeldes para convencer o Conselho de New York City a estabelecer uma Assembleia Cidadã. Acessível, conciso, mas completo - é este o aspecto da advocacia smart. A XR NYC também preparou esta lista excelente de recursos sobre Assembleias de Cidadãos.

Assembleias Cidadãs: Guia Para a Democracia Que Funciona\ Um guia passo-a-passo detalhado e abrangente sobre como constituir uma Assembleia Cidadã. Escrito por Marcin Gewin, uma especialista no campo. Disponível para download em 6 línguas diferentes.

XR Blog Global: Fundamentais XR: Ir para Além da Política\ Um artigo sobre o que são as Assembleias Cidadãs, como decorrem, e onde funcionaram.

Podcast XR: Assembleias Cidadãs: As Tuas Perguntas Respondidas\ O Grupo de Trabalho Assembleias de Cidadãos UK da XR explica exactamente o que significa a 3a Exigência da XR e responde a perguntas detalhadas que os rebeldes têm feito sobre as Assembleias Cidadãs.

Assembleia Global: Lançar uma Assembleia Cidadã Global\ Uma Assembleia Cidadã global está a ser planeada para informar a COP26 e qualquer pessoa do planeta Terra pode ser uma parte dela. Vê o vídeo de lançamento, aprende mais sobre o projecto ambicioso, e envolve-te


Livro do Mês

No último mês pedimos-vos para nos recomendarem os vossos livros preferidos relacionados com o clima and vocês responderam com tanto material fantástico que precisamos de várias newsletters para os cobrir a todos. Mas o livro deste mês foi fácil de escolher - tantos de vocês recomendaram o mesmo!

Uma Vida No Nosso Planeta de David Attenborough.

Uma Vida no Nosso Planeta, o livro que acompanha o documentário com o mesmo nome, é metade sobre a experiência pessoal de Attenborough como uma testemunha de décadas de desastres ambientais, metade sobre as suas recomendações para curar e repopularr de vida selvagem o planeta. É um apelo inspirador por mudança de um dos educadores ambientais mais respeitados de sempre - um apelo de um dos humanos mais amado do mundo pelo planeta em perigo que ele tanto adora.

Aqui tens mais uns livros recomendados pelos leitores...

A Árvore-Mundo de Richard Powers.

Um romance brilhante que explora a forma como a vida de algumas pessoas transformada, de uma forma ou outra, pelas árvores. Apesar de ser ficção, é pesquisado meticulosamente - a política, ativismo, e ciência são todos reais.

"A minha leitura preferida desde há muito tempo" (Sarah)

Entrançando Glyceria: Sabedoria Indígena, Conhecimento Científico e Ensinamentos das Plantas por Robin Wall Kimmerer.
Uma memória encantadora que explora quer o uso da ciência da autora quer a sua herança cultural Potawatomie para compreender as plantas. "É absolutamente incrível!" (Nick)

A Nossa Casa Está Em Chamas: O Apelo de Greta Thunberg para Salvar o Planeta de Jeanette Winter.
Um livro ilustrado para crianças sobre Greta Thunberg e a sua mensagem poderosa. Os adultos também o podem ler, naturalmente. "Muito comovente, não apenas sobre a crise climática, mas também sobre uma família que luta todos os dias para ajudar as suas filhas a sobreviver num mundo com valores insanos" (David)

Evita a Amazon. Apoia livrarias locais comprando os teus livros em Bookshop ou Hive.


Humanos de XR: Annette, Uganda

Eu sou voluntária como o ramo regional da XR para África juntamente com outro rebelde da Gâmbia. Ajudamos grupos locais XR em África a obter apoio e colocamo-los no mapa do movimento global.

Eu estava a trabalhar com a Sociedade Versátil Universal para sensibilizar as pessoas em relação aos suicídios dos agricultores indianos devido à falha de colheitas liggadas com as alterações climáticas, quando encontrei o website da XR global. Juntei-me em Fevereiro de 2019 com profundas expectativas de salvar o planeta e as suas espécies da EXTINÇÃO, tal como os agricultores que cometem suicídio.

É muito difícil para alguns rebeldes participarem se não receberem apoio financeiro suficiente, sobretudo se considerarmos o ambiente político. Eu estou fortemente envolvida na campanha Salvar a Floresta de Bugoma e ajudei a organizar a recente campanha de sensibilização em relação ao COVID. Estamos a planear outra visita às mulheres e crianças afectadas pelas cheias em Kasese.

O que para mim foi difícil foi encontrar alguns rebeldes que não sabem nada sobre o continente africano mas têm atitudes preconceituosas em relação a nós africanos, talvez devido a um colonialismo silencioso de base. É desafiante, mas seguindo os nossos princípios e valores, trabalhamos juntos para realizar o nosso principal objectivo.

Outro desafio foram as calamidades naturais devido à alteração climática progressiva na região - tal como os frequentes deslizamentos de terra perto do Monte Elgon, gafanhotos a destruir as colheitas dos agricultores, e claro, fome devido à falha sazonal das colheitas.

Um aspeto inesperado do meu trabalho com a XR foi ver rebeldes africanos a juntar-se para ajudar um rebelde da Zâmbia que ficou preso numa casa inundada. Contactámos online as autoridades do país vizinho da África do Sul para salvar rapidamente o rebelde. O sucesso da campanha Salvar o Parque Nacional de Nairobi também foi inesperado.

Não posso partilhar os meus pensamentos mais profundos sobre o Uganda livremente. No meu ativismo, evito quaisuquer ações políticas diretas e restrinjo a minha participação e advocacia a criar sensibilização para os desafios ecológicos e sociais causados pelas alterações climáticas.


Obrigada

Uma carta de Konstantin Fokin, um rebelde russo de momento em greve de fome numa prisão em Moscovo.

Obrigado pela leitura, rebelde. E continua o bom trabalho! Se tiveres alguma pergunta ou feedback, queremos saber. Entra em contacto connosco aqui.

Estamos numa fase crucial da história humana, e o nosso movimento precisa de dinheiro para espalhar a nossa mensagem. Qualquer coisa que possas dar é apreciado.

Apoia a Rebelião


Sobre a Rebellion

Extinction Rebellion é um movimento descentralizado, internacional e politicamente não-partidário que usa a ação direta não-violenta e a desobediência civil para persuadir os governos a agir de forma justa em relação à Emergência Climática e Ecológica. O nosso movimento é feito de pessoas de todos os sectores da sociedade, contribuindo de formas diferentes com o tempo e a energia que podem dedicar. Temos um ramo local muito perto de ti, e adoravamos ter notícias tuas. Participa …or considera fazer uma doação.

Feito com amor e fúria por XR Global Support O Extinction Rebellion (XR) é um movimento de ação coletiva. Todo o nosso design e trabalhos artísticos podem ser usados de forma não comercial, com o objetivo de salvar o planeta. Isto não significa criar merchandising para obtenção de fundos, nem enviar para o XR uma percentagem das vendas. Não criamos merchandising e processaremos quem o fizer. O símbolo do Extinction Rebellion foi desenhado em 2011 pelo artista ESP, que o empresta para uso do XR, com o mesmo pressuposto: www.extinctionsymbol.info